Aliados de Maia x aliados de Temer

Rodrigo Maia jura que será candidato à reeleição como deputado e a uma nova temporada no comando da Câmara, mas a cúpula do DEM propagandeia que, dependendo do cenário, ele pode disputar o Planalto, em 2018.

“Rodrigo é um grande articulador e tem condições de dar voos mais altos. Pode compor qualquer chapa majoritária no ano que vem”, disse ao Estadão o líder do DEM na Câmara, Efraim Filho (PB).

A tropa de choque do governo de Michel Temer, no entanto, reage às tentativas de Maia de se descolar do presidente impopular.

“Quero ver quem vai ficar descolado do governo no ano que vem, quando o Brasil estará retomando o crescimento. Se descolar agora, não cola mais lá na frente”, afirmou o vice-líder na Câmara, Beto Mansur (PRB-SP).

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. manipulando cambio,juros e inflação mais quantitative easing a la brazuca (olhem a bolsa)estão apostando tudo num novo voo de galinha para nos engambelar nas eleições novamente, e o pior vão conseguir pois o povão trouxa que se contenta com gorjeta vai votar neste bando de larápios do bem.

  2. Ler mais 17 comentários
    1. manipulando cambio,juros e inflação mais quantitative easing a la brazuca (olhem a bolsa)estão apostando tudo num novo voo de galinha para nos engambelar nas eleições novamente, e o pior vão conseguir pois o povão trouxa que se contenta com gorjeta vai votar neste bando de larápios do bem.

    2. De novo com “Rodriguim”, Antagonistas? Não é ele o cidadão que vocês queriam ver como presidente, mesmo tendo-o denunciado aqui, em abril, como tendo recebido propina? É só uma pergunta…

    3. O Maia Pai é raposa da política será que ele não enxergou que o momento certo era já na primeira denúncia derrubar o presidente e assumir transitoriamente quando o ambiente ainda estava favorável as tais reformas e ele poderia levá-las adiante. Com aquele discurso besta de fidelidade apenas deu tempo para o reagrupamento das quadrilhas do PT, PMDB e PSDB que foram obrigadas a se juntar de novo em razão do avanço da Lava Jato. Agora que aparentemente o Vampiro conseguiu aliciar o Judiciário os Maias vão acabar chupando o dedo e até o partido perdeu a chance de se tornar uma bancada mais influente. Neste país os parlamentares vão para o lado de quem demonstra mais chances de permanecer no poder, quando começaram a soltar os corruptos no STF e surgir a intenção de reverter a decisão de prisão em segunda instância na segunda turma aqueles que iriam para o DEM passaram a se encaminhar para o PMDB que está ficando cada vez maior mantendo sempre a possibilidade de continuar controlando o processo de edição de leis que como se sabe é a maior fonte de alimentação da corrupção. O quadro está muito nebuloso e aparentemente parece que o único caminho seria a intervenção militar.

      1. Até parece coincidência mas neste final de semana a maioria dos assuntos remetem a uma reflexão sobre as questões políticas do país e percebemos que o debate está bastante interessante com muitos comentários excelentes sobre o que ocorreu nestes últimos 20 anos.