“Alto grau de suspeita” da PF a respeito do triplex de Lula

O triplex de Lula foi incluído pela PF entre os imóveis com “alto grau de suspeita quanto à sua real titularidade”.

Trata-se do apartamento 164-A.

Os investigadores da Lava Jato acrescentaram:

“Manobras financeiras e comerciais complexas envolvendo a empreiteira OAS, a cooperativa Bancoop e pessoas vinculadas a esta última e ao Partido dos Trabalhadores apontam que unidades do condomínio Solaris podem ter sido repassadas a título de propina pela OAS em troca de benesses junto aos contratos da Petrobras”.

Faça o primeiro comentário