Alvaro Dias diz ser “adequada” atual legislação sobre aborto, mas “aceitaria um plebiscito”

De Alvaro Dias, em entrevista à Globonews:

“Eu admito que a atual legislação já estabeleça as excepcionalidades. É uma legislação adequada, do meu ponto de vista. Mas aceitaria um plebiscito nesse caso. Aceitaria um plebiscito para que a população decidisse.”

O presidenciável do Podemos reiterou que “a atual legislação, com as excepcionalidades constantes, atende à necessidade neste momento”.

“No entanto, se houver esse apelo popular, que se decida essa questão através de plebiscito.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. STF de Soros disse:

    Está bom, mas está bom. Elogio, mas critico. Tem que manter, mas tem que mudar. Eu sou, mas não sou. Quero agradar a todos e não contrariar ninguem, porque sou esperto e, por isso ensaboado.

Ler comentários
  1. Hélio disse:

    Lembrem a este senhor que o Brasil, historicamente, não tem a tradição de acatar a vontade popular apurada em plebiscitos. É jogar dinheiro fora!

  2. Pedrão disse:

    É um franco-atirador. Mais um pouco e ele promete pagar o bolsa-família em barras de ouro, que valem muito mais que dinheiro.

  3. marcos disse:

    Alvaro dias que indicou o advogado do mst para MINISTRO DO SUPREMO que advogava CONTRA O governo do qual era procurador. . esta mostrando uma agenda comunista perfeita . lembrando que presbicito tem laços com conselhos populares, vamos nos esconder atras disso e não vale nada A POPULAÇÃO QUERIA ARMA

  4. Obs disse:

    Cláusula pétrea não se submete a plebiscito. Mesmo tendo certeza q a maioria votaria contra o aborto, isso seria um perigoso precedente, uma imoralidade. Nenhuma maioria pode decidir pelo assassinato de seres humanos. Padre Paulo Ricardo tem razão.

  5. Democracia e mercados disse:

    É evidente que um plebiscito numa nação com 97% de CRISTÃOS católicos e evangélicos e espíritas o resultado vai ser NÃO. Os comunistas estão perdidos: para derrotar o Presidente BOLSONARO somente defendendo as mesmas idéias das direitas radicais conservadoras.... E agora?

  6. Robson disse:

    Sempre sem cima do muro...Por isso: Bolsonaro 2018

  7. Eu disse:

    Comunista detectado! Como assim, jogar "para a população" decidir sobre vida? Te posiciona, cara-pálida!

  8. Marcos disse:

    Será que ele topa um plebiscito para voltar a escravidão? Ou para instituir campos de concentração? Propostas que aviltam contra direitos fundamentais não podem ser objeto de plebiscito

  9. Marcia disse:

    Por que os políticos safados falam sempre em plebiscito e nunca em referendo?

  10. Roberto disse:

    Dias tenta se mostrar conservador mas o Podemos é um partido de ultraesquerda espanhol fundado por Hugo chavez e uma elite rica de comunistas espanhóis. Ele poderia começar explicando do por quê foi se meter com esse partido! Até o presidente esquerdista Obama utilizava o slogan "Yes we can"

  11. João Calvino disse:

    Outra idéia de esquerda. Este negocio de plebiscito é promessa de político safado. O estatuto do desarmamento foi discutido em plebiscito. E o estado ñ ouviu. Porque ele não falou em referendo? O estado não tem obrigação de aceitar o resultado de plebiscito, pois se trata de apenas uma consulta.

  12. João Calvino disse:

    Antigo método de um político antigo Parece ser democrático falar de plebiscito Mas ñ é, é na verdade pura demagogia Plebiscito ñ passa de uma consulta Referendo, a lei passa a valer no dia seguinte. Se ñ fosse demagogia, defenderia um referendo e ñ a demagogia do plebiscito

  13. QWERTY disse:

    Nesse ponto, Álvaro Dias mostra que, apesar de ser parlamentar, não entendeu as prerrogativas do Congresso e do Executivo. Só o Congresso pode convocar plebiscito. O presidente nada pode a esse respeito. Um plebiscito é aprovado e regulamentado pelo Congresso; um presidente não pode nem mesmo propor

  14. JOAO BATISTA ROSA disse:

    A QUESTÃO DO ABORTO NÃO DEVERIA SER, EM HIPÓTESE ALGUMA, DISCUSSÃO DE CUNHO RELIGIOSO E SIM DE CUNHO CIENTIFICO E PONTO FINAL. A CIÊNCIA DEVE RESPONDER A PARTIR DE QUE MOMENTO EXISTE UM SER HUMANO E A PARTIR DAI O ABORTO É CRIME.

  15. Flavinha disse:

    Não. Não é adequada. A legislação não criminaliza os machos país dos abortos. É uma legislação cômoda, não adequada.

  16. Brasil Direito - #CapitãoBolsonaroPresidente disse:

    Eu hein. Não dá pra relativizar o direito de nascer.

  17. JANA disse:

    Muito bem sr ALVARO DIAS, vamos fazer um plebiscito para decidir se você morre ou continua vivo , para decidir se você é um ser humano (um outro corpo ou corpo de sua mãe) ou um amontado de células...E aí , topa? ASSASSINATO por ABORTO no C.dos outros é refresco, né? CÍNICO, PSICOPATA.

  18. Wagner disse:

    Acorda povo zumbi, esse ser é mais comunista do que vocês pensam, como dizia o Padre Ricardo, aceitar um plebiscito sobre isso é como aceitar um plebiscito sobre se devemos assassinar políticos ladrões, pessoas com obturações ou as que julgamos feias.