Álvaro Dias sobre intervenção: "Que não seja encenação política"

Telegram

Presidenciável do Podemos, Álvaro Dias (PR) considerou a intervenção no Rio uma atitude “lamentável”, mas que tem que ser apoiada, registra o Estadão.

“Mas que não seja uma obra de marketing, que não seja uma encenação de natureza política.”

O senador afirmou que sua proposta para a área é uma reforma de Estado que permita destinar recursos para o combate da violência.

“Os governantes não tiveram tempo de se preocupar com a segurança do povo porque estavam roubando recursos, e agora não tem recursos – o caixa foi raspado pela corrupção”, acrescentou Dias em vídeo publicado nas redes sociais.

Para o senador, faltaram recursos federais para ações como armamento e qualificação técnica dos profissionais de segurança pública.

“O combate à violência começa também na faixa de fronteira, com uso do Exército.”

Comentários

  • Claudio -

    LAMENTÁVEL??? Você era uma possibilidade de votação minha e da minha família mas, depois deste lamento, ... -

  • EDMAR -

    ATE QUE ENFIM, A INTERVENÇAO NO RIO PARECE SER UMA UNANIMIDADE, COM RARAS ALFINETADAS POR FALTA DE DISCURSO, PRA FAZER POSE DE OPOSICAO, COMO CIRO E MARINA! COMO CIDADA COMUM, EM VIAGEM AO RIO, NO ANO 2000! PRESENCIEI UMA CENA NUMA DELEGARIA QUE ME MOSTROU A MAIS COMPLETA DISPLICENCIA, OMISSAO, INCOMPETENCIA... DA SEGURANÇA PUBLICA NO RIO! SAI DE LA O MAIS DEPRESSA POSSIVEL, DEPRIMIDA, REPETINDO PRA PESSOA QUE ACOMPANHAVA PRA TIRAR UM TAL DE ATESTADO DE BONS ANTECEDENTES: ISSO AQUI NAO VAI PRESTAR!

  • Alisson -

    O problema é que para a classe política toda ação tem um eleitoreiro, podem até estarem certos. O que não se pode negar é que a intervenção, em princípio, é a medida necessária para o resgate da cidadania dos moradores do Rio, assim como do Brasil. No papel tá bonito, dá esperança, vamos ver como vai funcionar na prática. Esses políticos estão receosos porque um projeto dessa envergadura pode acabar com os sonhos de (re)eleição de muitos que estão aí há muito tempo. O governo precisa dar uma resposta aos anseios da população antes que isso aqui vire uma Venezuela. E se for pra conseguir votos na eleição, que seja, o importante é que as pessoas passem a viver suas vidas como pessoas normais. O resultado veremos nas urnas.

Ler 55 comentários