Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Alvo da CPI da Covid, ex-secretário de Saúde do DF é homenageado com medalha

Francisco Araújo foi condecorado ao lado da chefe do MPDFT e do líder do governo no Senado. GDF diz que publicação do decreto nesta semana foi um erro
Alvo da CPI da Covid, ex-secretário de Saúde do DF é homenageado com medalha
Foto: Iges/DF

Na véspera do depoimento à CPI da Covid, o Governo do Distrito Federal publicou um decreto com uma homenagem ao ex-secretário de Saúde Francisco Araújo Filho. Ele foi contemplado com a Medalha da Ordem do Mérito Bombeiro Militar do Distrito Federal Imperador Dom Pedro II, no Corpo de Graduados Especiais no Grau de Comendador. Mesma medalha foi concedida à procuradora-geral de Justiça do DF, Fabiana Costa Barreto.

O decreto do governador Ibaneis Rocha foi publicado no Diário Oficial do DF desta segunda-feira (30/08).

Por conta de uma investigação dos promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) — equipe de Fabiana Costa no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) — Francisco Araújo Filho teve a prisão preventiva decretada, em julho do ano passado, e se tornou alvo de uma denúncia, em tramitação na Justiça Federal, no âmbito da Operação Falso Negativo.

Neste caso, Francisco é acusado de participar de uma organização criminosa responsável pela aquisição de testes de covid a preços superfaturados, com fraudes na compra de produtos. Em agosto, Francisco voltou a ser alvo de uma operação do Gaeco, com busca e apreensão em sua casa. Desta vez, por contratos superfaturados para UTIs em hospitais públicos.

Na mesma categoria, foram condecoradas outras 66 autoridades públicas, como os ex-presidentes da Câmara Rodrigo Maia (sem partido-RJ) e do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP), o ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general Augusto Heleno, e parlamentares, como os deputados Bia Kicis (PSL-DF), Luis Miranda (DEM-DF), a ministra-chefe da Secretaria de Governo da Presidência, deputada Flávia Arruda (PL-DF), e o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), membro suplente da CPI da Covid.

O depoimento do ex-secretário de Saúde na CPI está marcado para esta quinta-feira (02). Por ser investigado, Francisco Araújo poderá permanecer em silêncio, de acordo com o que autoriza uma liminar expedida pela ministra Cármen Lúcia, do STF.

Em nota, o Governo do Distrito Federal afirma que “a Ordem do Mérito Bombeiro Militar do Distrito Federal Imperador Dom Pedro II foi entregue a 395 pessoas em 2 de julho de 2019. A documentação referente aos nomes homenageados foi formalizada no Diário Oficial do DF de 30 de agosto de 2021 por problemas no trâmite interno do Corpo de Bombeiros“.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO