Alvo da E$quema S estava lotada em gabinete de senador

A advogada Márcia Zampiron, alvo da Operação E$quema S, foi contratada no gabinete do senador Carlos Fávaro (PSD) em julho passado.

Zampiron é mulher de Ivan Guimarães, ex-presidente do Banco Popular no governo Lula ligado a José Dirceu, Delúbio Soares e Waldomiro Diniz.

Segundo o MPF, ele seria parceiro de Frederick Wassef na elaboração de dossiês a pedido de Orlando Diniz.

Questionado por O Antagonista, o senador informou via assessoria que foi surpreendido com a informação de que Zampiron é investigada e que será exonerada a pedido “até que tudo se esclareça”.

“Esclarecemos que o procedimento de contratação seguiu todos os requisitos legais, inclusive com a apresentação de todas as certidões negativas.

Ressaltamos que a servidora vinha fazendo um excelente trabalho, desempenhando a contento todas as funções que lhe eram determinadas.

No entanto, por uma questão de cautela e zelo com os recursos públicos, a servidora será exonerada a pedido até que tudo se esclareça.”

Fávaro é senador provisório, tendo assumiu no lugar da Juíza Selma, cassada pelo TSE. Ele concorre ao posto nas eleições suplementares do Mato Grosso.

Leia mais: OS R$ 42 MILHÕES DO ADVOGADO DE BOLSONARO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários
TOPO