Amado Brasil

Dilma inicia seu discurso com um histórico de seu governo e um toque de sentimentalismo: “Meu amado Brasil.”

Não se trata um amor assim.

Faça o primeiro comentário