Amazonas demite médica que aplicou nebulização de cloroquina; paciente morreu

Amazonas demite médica que aplicou nebulização de cloroquina; paciente morreu
Foto: Reprodução/Google

A Secretaria de Saúde do Amazonas demitiu e está investigando a médica ginecologista, Michelle Chechter, por aplicar nebulização de hidroxicloroquina como tratamento para Covid.

Pelo menos uma mulher morreu após o procedimento. Ela havia acabado de dar à luz, na maternidade Instituto da Mulher Dona Lindu, em Manaus.

A secretaria informou que “o procedimento tratou-se de um ato médico, de livre iniciativa da profissionale que “tão logo tomou conhecimento do ato, a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas determinou abertura de sindicância e o afastamento da médica“.

Segundo a pasta, uma outra paciente também foi submetida ao tratamento com nebulização de cloroquina, mas sobreviveu.

“Conforme o instituto informou à secretaria, duas pacientes foram submetidas ao tratamento de nebulização de hidroxicloroquina. Ambas assinaram termo de consentimento, como relatado em prontuário. Uma das pacientes veio a óbito e a outra teve alta.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO