Amazonas sem oxigênio

Amazonas sem oxigênio
Foto: Isac Nóbrega/PR

O governador do Amazonas, Wilson Lima, disse que está acabando o oxigênio líquido para atender os doentes com Covid-19:

“Estamos entrando em uma situação dramática. E se nada for feito nós próximos dias ficaremos sem esse produto.”

O governo criou uma força-tarefa exclusiva para tentar suprir a crescente demanda de oxigênio nos hospitais, importando o produto de outros estados com apoio do Exército e estudando a implantação de miniusinas.

De acordo com a White Martins, o consumo de oxigênio hospitalar em Manaus mais que dobrou nos últimos dias, “em comparação com o volume que já era extremamente alto em função do avanço da pandemia de Covid-19”. Funcionários de hospitais falam em consumo até quatro vezes maior.

“A empresa está deslocando de outros estados uma quantidade expressiva de equipamentos criogênicos de grande porte, entre carretas e isotanques, carregados com toneladas de oxigênio.”

Segundo a assessoria, a empresa deslocou para Manaus também motoristas, supervisores de operação e outros profissionais especializados, para aumentar a capilaridade logística e a produção na região.

Leia mais: Crusoé procurou psicólogos e psiquiatras para entender o comportamento do presidente à luz dessas ciências
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO