ACESSE

Amazônia e a ameaça dos investidores ao Brasil

Telegram

O presidente do Itaú Unibanco, Candido Bracher, manifestou hoje sua preocupação com os incêndios na Amazônia.

“Estamos vendo a Amazônia com incêndios 60% maiores que no ano passado. Precisamos, enquanto sociedade, nos mover contra isso”, disse Bracher durante uma videconferência promovida pela Febraban.

Segundo ele, a questão ambiental é tão ou até mais preocupante do que a epidemia de Covid-19. “As consequências podem vir de maneira mais lenta do que as da Covid-19. São consequências mais duradouras e difíceis de reverter.”

Ontem, embaixadas do Brasil receberam cartas de 30 instituições financeiras que ameaçaram retirar seus investimentos do país caso o governo não enfrente o problema do desmatamento. A carta ganhou destaque no Financial Times.

Como noticiamos mais cedo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, também criticou o governo pela forma como trata a questão ambiental.

“A gente deveria dar um sinal mais claro em relação ao meio ambiente. Nós sabemos que esse é um ponto importante para muitos investidores no mundo. […] É uma agenda que o governo trata de uma outra forma. Foi eleito para isso, é legítimo. Mas isso pode ter um custo muito grande na retomada do investimento”, disse Maia.

Leia mais: Convite especial: garanta seu acesso à Crusoé e O Antagonista+ e GANHE um ebook sobre Sergio Moro. Clique e saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 19 comentários