Amigo de Lula foi 'veículo' para propina

Na nova denúncia do MPF contra Lula e Gilberto Carvalho, os procuradores Frederico Paiva e Hebert Mesquita mostram ainda que o lobista Mauro Marcondes – velho amigo de Lula – operava em conluio com José Ricardo Silva, chefe da organização criminosa que atuava no Carf.

A dupla afirma que a empresa de Marcondes foi usada para repasses de propina. Trata-se da mesma empresa que fez depósitos na conta de Luís Cláudio Lula da Silva, o Luleco.

“De propriedade de Marcondes, a empresa M&M foi o canal utilizado para viabilizar o recebimento e a distribuição da propina.”

Lula e Gilberto, segundo o MPF, queriam R$ 10 milhões. Mas acabaram aceitando R$ 6 milhões.

Comentários

  • QWERT -

    Os Procuradores Frederico Paiva e Hebert Mesquita deveriam desenhar para o colega deles, o filhotinho do Karl Marx, como é que se faz uma denúncia.

  • Mendes -

    SEMINARISTA,L U L E C O E Cia JÁ ESTÃO PASSANDO DA HORA DE SEREM INQUERIDOS.

  • MarcosARQ -

    É com o Gilberto Carvalho que o 9 dedos estava falando quando assistia o JN com o Palocci soltando a língua? Como falou em matar o Palocci dentro da cadeia, faz sentido ser com o GC. Procurem o áudio e tirem suas conclusões. Eu achei real. Só resta saber como foi gravado e se tem mais.

Ler 17 comentários