Amigo na cadeia

A Lava Jato suspeita que o “Amigo” citado nas planilhas da Odebrecht – receptador de 23 milhões de reais – seja José Carlos Bumlai.

Rodrigo Janot, ontem, encaminhou parecer ao STF defendendo a manutenção de sua prisão preventiva:

“A gravidade concreta dos delitos cometidos por José Carlos Costa Marques Bumlai, mesmo após o início das apurações envolvendo todos os investigados no âmbito da Operação Lava Jato, é estreme de dúvidas (…)Todos estes fatores apontam que a liberdade do paciente representa ainda sério e concreto risco para a ordem pública, e a custódia cautelar é fundamental para impedir a continuidade delitiva”.