Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Amoêdo, sobre seu ex-vice: "As pessoas não querem dizer que apoiam o governo"

O Novo está mergulhado em uma divisão interna em razão do posicionamento oficial da sigla a favor do impeachment de Bolsonaro
Amoêdo, sobre seu ex-vice: “As pessoas não querem dizer que apoiam o governo”
Foto: Divulgação/João Amoêdo/Flickr

Como noticiamos mais cedo, Christian Lohbauer, um dos fundadores do Novo e candidato a vice de João Amoêdo em 2018, anunciou a desfiliação do partido.

A O Antagonista, Amoêdo disse que a divisão interna da sigla se deve ao posicionamento institucional de oposição ao governo de Jair Bolsonaro.

“As pessoas, quando saem, não querem dizer que apoiam o governo, que são favoráveis ao governo. Arrumam uma justificativa.”

Lohbauer criticou o que chamou de “postura individualista” de Amoêdo, que não preside mais o partido e passou a defender o impeachment bem antes do anúncio oficial do Novo nesse sentido.

O atual presidente da legenda, Eduardo Ribeiro, afirmou a este site lamentar a saída de Lohbauer, “especialmente em razão da forma como ela se deu”.

“Ele estava afastado do partido e não nos falávamos há um tempo. Discordo da avaliação dele, mas não posso obrigar ninguém a continuar no partido à força.”

Em entrevista publicada na última segunda-feira (13), Ribeiro reforçou o posicionamento do partido a favor do impeachment de Jair Bolsonaro.

Mais notícias
TOPO