André Mendonça quer que PF investigue Ruy Castro por “instigar” Bolsonaro ao suicídio

André Mendonça quer que PF investigue Ruy Castro por “instigar” Bolsonaro ao suicídio
Foto: Isaac Amorim/MJSP

O ministro da Justiça, André Mendonça, afirmou neste domingo que vai solicitar à Polícia Federal a abertura de um inquérito para investigar Ruy Castro e Ricardo Noblat por “incitação ao suicídio” de Jair Bolsonaro.

Mendonça não menciona o nome dos jornalistas, mas neste domingo Ruy Castro publicou na Folha um texto intitulado “Saída para Trump: matar-se”. Em sua coluna, ele diz: “Se Trump optar pelo suicídio, Bolsonaro deveria imitá-lo”.

No Twitter, Noblat republicou trechos da coluna de Ruy Castro.

Procurado pelo UOL para comentar o caso, Castro afirmou apenas: “Não sou coveiro“.

Alguns jornalistas chegaram ao fundo do poço. Hoje 2 deles instigaram dois Presidentes da República a suicidar-se. Apenas pessoas insensíveis com a dor das famílias de pessoas que tiraram a própria vida podem fazer isso“, afirmou Mendonça no Twitter.

Apenas pessoas irresponsáveis cometem esse crime contra chefes de Estado de duas grandes nações. Fazê-lo é um desrespeito à pessoa humana, à nação e ao povo de ambos os países.

Por isso, requisitarei a abertura de Inquérito Policial para apurar ambas as condutas. As penas de até 2 anos de prisão poderão ser duplicadas (§ 3º e 4º do art. 122 do Código Penal), sem prejuízo da incidência de outros crimes.”

Leia mais: Crusoé procurou psicólogos e psiquiatras para entender o comportamento do presidente à luz dessas ciências
Mais notícias
TOPO