ANGOLA É LULA (E FEIRA)

Antonio Palocci recebeu propina para que o BNDES liberasse empréstimos à Odebrecht em Angola.

Angola é Lula. Angola é João Santana. Angola é Franklin Martins.

Em 2012, ao fazer uma reportagem em Angola sobre a participação de João Santana na eleição local, a BBC “ouviu de pessoas próximas à cúpula do MPLA, o partido do presidente angolano, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi decisivo para a sua escolha como chefe da campanha.

Lula esteve no país em junho de 2011, quando se reuniu no mesmo dia com o presidente angolano e com o então presidente da Odebrecht, Emílio Odebrecht. Naquela viagem, paga pela Odebrecht, Lula ainda visitou uma obra da empresa”.

Faça o primeiro comentário