“Angorá” intimado

Moreira “Angorá” Franco foi intimado a apresentar sua defesa nas ações que correm contra sua nomeação à Secretaria-Geral da Presidência.

As ações foram movidas pelo PSOL e pela Rede no STF, que alegam que a nomeação de Moreira Franco ao cargo de ministro teve, na verdade, objetivo de conceder-lhe foro privilegiado.

Celso de Mello indeferiu as liminares que suspenderam a nomeação de Angorá, mas ainda deve levar a questão ao plenário do STF. Ele tem dez dias para apresentar a defesa.