Anistia costurada de madrugada

A estratégia dos membros da ORCRIM, segundo a Folha de S. Paulo, “é rejeitar o texto do deputado Onyx Lorenzoni, aprovado por unanimidade na comissão especial, e apresentar um substitutivo costurado durante esta madrugada”.

O petista Vicente Cândido explicou à Folha de S. Paulo que a anistia aos criminosos pode entrar no texto ou como emenda:

“Criminaliza a partir de agora e isenta quem cometeu aquele tipo penal. Se não entrar no texto, entra como emenda. Um texto de lei tem que ser sempre muito claro, o conteúdo”.

A sessão está marcada para as 9 horas.

Faça o primeiro comentário