ANPR critica inquérito de Humberto Martins com base em mensagens roubadas da Lava Jato

ANPR critica inquérito de Humberto Martins com base em mensagens roubadas da Lava Jato
Foto: Gustavo Lima

A Associação Nacional dos Procuradores da República acaba de divulgar nota em que diz ter recebido com incredulidade o inquérito sobre a Lava Jato aberto por Humberto Martins, o presidente do STJ, com base nas mensagens roubadas da operação.

Segundo a ANPR, a medida foi tomada em “total desrespeito à Constituição e às leis brasileiras” e busca legitimar um “sistema jurídico de exceção”.

“Desrespeitar limites significa contribuir para o enfraquecimento do Estado Democrático de Direito, dos órgãos de controle e da própria Justiça”, escrevem os procuradores.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra da nota da ANPR.

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO