ACESSE

ANPR divulga nota contra 'ofensas' de Aras no Conselho Superior do MPF

Telegram

A Associação Nacional dos Procuradores da República acaba de divulgar uma nota de solidariedade aos membros do Conselho Superior do MPF, “alvos de ofensas” de Augusto Aras em videoconferência nesta sexta-feira (31).

“O respeito ao MPF e a manutenção do decoro em seu órgão máximo (…) devem ser observados por todos os membros da instituição e principalmente o PGR. Exatamente por isso, as falas registradas no início da noite desta sexta-feira são inaceitáveis.”

No Twitter, o procurador da força-tarefa de Curitiba Roberson Pozzobon, que divulgou a nota da ANPR, acrescentou: “Minha solidariedade aos conselheiros que tiveram até a fala cerceada hoje”.

Clique abaixo para ler a íntegra nota da associação.

Leia mais: Por que eles saem da crise ganhando

Comentários

  • Elisabete -

    Procuradores, Ministério público, Polícia Federal, e todos que desejam viver num Brasil livre , que se rebelem, que mostrem para esse marginal comandado por outro , que o Brasil não lhes pertence.

  • Nina -

    O Senado tem a prerrogativa de tirar o PGR do cargo (não é o presidente!). Na videoconferência com Senadores, onde Aras,disse não ter provas contra a Lava Jato, resta impichá-lo por falsa denunciação.

  • Marli -

    Apoiadissimo!!!

Ler 72 comentários