Antes do recesso

Em reunião na casa de Rodrigo Maia mais cedo, líderes partidários voltaram a se comprometer em votar a reforma da Previdência, no plenário da Câmara, na primeira semana de julho, antes do recesso.

É só eles quererem.

“É mais fácil Bolsonaro renunciar do que ele pedir para sair”, diz amigo de Paulo Guedes. Confira agora

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Roberto disse:

    Quem votar não vai voltar!!! Nâo será reeleito!!!

Ler comentários