Antibolsonarismo, antilulismo e o terceiro bloco

Antibolsonarismo, antilulismo e o terceiro bloco
Foto: Alan Santos/PR

A terceira rodada da pesquisa coordenada por Carlos Pereira, com uma amostra de 4.569 eleitores, mostrou que Jair Bolsonaro teria 18% dos votos para presidente.

Outros 65% não votariam nele de jeito nenhum.

O terceiro bloco é formado por 17% de eleitores que votariam em Jair Bolsonaro apenas se fosse para impedir a vitória do PT e de seus satélites no segundo turno.

Os números da pesquisa da FGV podem estar mais ou menos corretos, mas o que importa é outra coisa: o antibolsonarismo e o antilulismo dominam o eleitorado, e qualquer candidato que encarne esses dois blocos tem tudo para se eleger.

Na prática, é o contrário do Centrão, que encarnou o bolsonarismo e o lulismo.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários
TOPO