Anúncio de general na Secretaria de Governo confirma notícia da Crusoé

Apesar de Carlos Bolsonaro, filho de Jair, ter chegado a anunciar na semana passada o general Carlos Alberto dos Santos Cruz como futuro secretário de Segurança Pública, a Crusoé registrou que a decisão ainda não estava tomada.

A revista estava certa. Jair Bolsonaro, como registramos, confirmou hoje o nome do militar para outro cargo: o de secretário de Governo.

Moro: general não está garantido na segurança pública

Bolsonaro anuncia general para Secretaria de Governo

As missões do general Carlos Alberto dos Santos Cruz

Os generais acompanham as primeiras ações do futuro governo — e não aprovam tudo... LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

    1. Está lembrando os melhores anos da Veja. Só furo de reportagem. Diferente desse canal que as vezes derrapa em cada barrigada…

Ler mais 11 comentários
    1. Está lembrando os melhores anos da Veja. Só furo de reportagem. Diferente desse canal que as vezes derrapa em cada barrigada…

  1. Agora explica que a Crusoe so deu a noticia depois de Bebiano se auto-anunciar Secretario da Presidencia, bater de frente com Carlos Bolsonaro e ao que tudo indica ter sua cabeca cortada por isso.

  2. Um militar lidar com politico safado nao vai dar certo, ah naos ser que minhas preces estejam sendo atendidas e tenhamos uma intervenção militar pesada no 1 jan pra limpar a area de uma vez

    1. me lembrou o relato de um dos odebrecht, dizendo que, foram oferecer propina para um milico, o milico sacou o 38 e pôs em cima da mesa, acabou ali a tentativa de suborno kkkkkkkk

    2. Bolsonaro teria dito que vai dividir a Secretaria em tres. E a atuacao politica e a SECOM ficariam fora. Inclusive isso que gerou a crise q culminou na saida do Carlos Bolsonaro. Bebiano desnomeado,?

    3. O antagonista eu não sei , mas eu acho ótimo. Imagina um deputado tentando botar preço no voto em conversa com o general carranca?

  3. Para fazer frente aos desmandos generalizados desses partidos e políticos corruptos, bem como ao nosso judiciário beneplácito, que o restante de vagas nos ministérios sejam ocupadas por militares.