Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Anvisa autoriza estudo com medicamento defendido por Bolsonaro contra Covid

Após receber alta em São Paulo ontem, o presidente disse que pediria testes com o proxalutamida ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
Anvisa autoriza estudo com medicamento defendido por Bolsonaro contra Covid
Foto: Alan Santos/PR

A Anvisa autorizou nesta segunda-feira (19) a realização de estudos clínicos para avaliar a segurança e eficácia do medicamento proxalutamida no tratamento contra a Covid.

O fármaco foi citado pelo presidente Jair Bolsonaro ontem. Após receber alta médica em São Paulo, Bolsonaro afirmou que pediria testes com o medicamento ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O proxalutamida normalmente é utilizado para tratamento de câncer de próstata e de mama.

De acordo com a Anvisa, o estudo será realizado pela empresa Suzhou Kintor Pharmaceuticals, sediada na China. A pesquisa será ministrada na Alemanha, Argentina, África do Sul, Ucrânia, México, Estados Unidos e no Brasil. Participarão dos testes 12 voluntários no estado de Roraima e 38 em São Paulo

“Trata-se de um estudo de fase III, randomizado, duplo-cego, controlado por placebo, para avaliar a eficácia e a segurança da substância em participantes ambulatoriais do sexo masculino com Covid-19 leve a moderada (Protocolo GT0918-US-3001)”, disse a agência.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO