Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Anvisa cobra do governo decisão sobre comprovante de vacinação de viajantes

Agência voltou a pedir veto a passageiros de 4 países africanos em razão da Ômicron e alertou para perigos de não exigir certificado de vacinação completa
Anvisa cobra do governo decisão sobre comprovante de vacinação de viajantes
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em nota divulgada na noite desta quarta (1º), a Anvisa (foto) informou ter enviado à Casa Civil um ofício assinado por seus cinco diretores pedindo a suspensão temporária de voos com destino ao Brasil vindos de Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia.

A vigilância sanitária disse ainda que, no mesmo ofício, voltou a recomendar a exigência do certificado de vacinação completa contra a Covid para a entrada de viajantes no Brasil.

“É um importante requisito para ingresso ao país e ainda mais necessário diante da identificação da variante Ômicron em território nacional e do consequente esforço para a sua contenção”, diz o comunicado da agência.

A Anvisa frisa que a exigência do comprovante de vacinação “foi sugerida no dia 12 de novembro de 2021 pela Agência, mas ainda não foi avaliada pelo Comitê Interministerial responsável pela tomada de decisão”.

“Diante das restrições estabelecidas de forma global pelos demais países, a inexistência de uma política de cobrança dos certificados de vacinação pode propiciar que o Brasil se torne um dos países de escolha para os turistas e viajantes não vacinados, o que é indesejado do ponto de vista do risco que esse grupo representa para a população brasileira e para o Sistema Único de Saúde”, prossegue a nota.

A vigilância sanitária afirmou ainda que vem recomendando “reiteradamente” ao Comitê Interministerial do governo “a adoção da medida de quarentena ou autoquarentena no ingresso de viajantes em território nacional”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....