Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Anvisa: dados não indicam relação causal entre vacina e morte de adolescente

Agência analisou caso da jovem de 16 anos que morreu em São Bernardo do Campo; segundo investigação, ela sofria de doença autoimune rara
Anvisa: dados não indicam relação causal entre vacina e morte de adolescente
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em nota divulgada na noite desta segunda-feira (20), a Anvisa disse não haver relação entre a vacina contra Covid e a morte de uma adolescente de 16 anos em São Bernardo do Campo.

Na sexta (17), a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo divulgou nota informando que “não é a vacina a causa provável do óbito” e que a adolescente sofria de uma doença autoimune rara, chamada de “Púrpura Trombótica Trombocitopênica” (PPT).

Em seu comunicado, a agência de vigilância sanitária informou ter recebido no domingo (19) o relatório do Centro de Vigilância Epidemiológica paulista sobre o caso e reunido seus especialistas nesta segunda (20) para analisá-lo.

“Os dados apresentados durante a reunião foram considerados consistentes e bem documentados, indicando a ausência de relação causal entre a administração da vacina e o evento adverso investigado”, assinala a agência, que acrescenta:

“Até o momento, os achados apontam para a manutenção da relação benefício versus risco para todas as vacinas autorizadas no Brasil, ou seja, os benefícios da vacinação excedem significativamente os seus potenciais riscos.” 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO