ACESSE

Anvisa diz que vai se reunir com fabricante de remédio liberado nos EUA

Telegram

Em nota divulgada nesta sexta-feira, a Anvisa anunciou que se reunirá com representantes da empresa fabricante do medicamento antiviral Remdesivir — liberado hoje, em caráter emergencial, pela Agência de Administração de Alimentos e Drogas dos Estados Unidos para o tratamento de pacientes com Covid-19.

A Gilead, responsável pelo medicamento, ainda não fez a solicitação para registrá-lo no país.

“A Anvisa está em contato com a Gilead, empresa que fabrica o remdesivir no exterior, a fim de acompanhar a evolução dos estudos do medicamento para o tratamento da Covid-19. Nesta sexta-feira (01/5), a Food and Drug Administration (FDA) autorizou o uso do medicamento nos Estados Unidos para tratamento da doença em pacientes hospitalizados em estado grave. Nos próximos dias, a Anvisa fará reunião com a fabricante para verificar o interesse e a viabilidade do fornecimento do medicamento no Brasil”, diz o comunicado.

Também em nota, o Ministério da Saúde afirma que participa, por meio da Fiocruz, de uma pesquisa liderada pela OMS que estuda a eficácia de vários medicamentos no combate à doença causada pelo novo coronavírus — entre os quais o o Remdesivir.

Leia também: Bom jornalismo: a sua proteção contra as fake news. Entenda

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 22 comentários