Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Anvisa reclamou da pressão pela Covaxin

O gabinete do presidente da Anvisa, em ofício enviado ao Ministério da Saúde, reclamou da pressão exercida pela Precisa a fim de autorizar a Covaxin
Anvisa reclamou da pressão pela Covaxin
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A Anvisa, em documento enviado ao Ministério da Saúde, reclamou formalmente da pressão exercida pela Precisa para aprovar a Covaxin.

Isso ocorreu quatro dias depois do encontro entre Luis Miranda e Jair Bolsonaro, em que o deputado denunciou os rolos com a vacina indiana.

Diz O Globo:

“O comunicado, datado de 24 de março, partiu do gabinete do presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres. Ele reclamava que a agência estava sendo procurada diretamente pela empresa Precisa, representante do laboratório indiano Bharat Biotech no Brasil, responsável pela fabricação da Covaxin (…). 

‘A Precisa Medicamentos tem, por intermédio de mensagens eletrônicas, copiado setores e diretorias da Anvisa com informações alusivas ao processo, o que pode causar tumulto à instrução processual’, diz trecho do ofício, que consta de um processo administrativo aberto pela própria pasta.

O ofício com a reclamação de Barra Torres foi assinado por Karin Schuck Hemesath Mendes, sua chefe de gabinete, e enviado ao então secretário-executivo do ministério, Elcio Franco, e ao diretor do Departamento de Logística da pasta, Roberto Ferreira Dias. Este último é acusado pelo chefe da divisão de importação do ministério, Luis Ricardo Miranda, de tê-lo pressionado para agilizar a importação da vacina, contrariando as orientações técnicas.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO