Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Anvisa recomenda que Saúde avalie terceira dose da Coronavac

Relatora Meiruze Freitas sugere que reforço da vacina seja aplicado em grupos de maior risco, como idosos acima de 80 anos e pacientes imunocomprometidos
Anvisa recomenda que Saúde avalie terceira dose da Coronavac
Foto: Gustavo Mansur/ Palácio Piratini

No voto em que recomendou a rejeição do uso da Coronavac em crianças acima de 3 anos, a relatora do processo na Anvisa, Meiruze de Sousa Freitas, também recomendou ao Ministério da Saúde que avalie a aplicação de uma terceira dose da vacina do Butantan.

Segundo a relatora, a dose de reforço da Coronavac seria recomendada para pessoas de grupos de maior risco, como idosos acima de 80 anos e pacientes imunocomprometidos que já tenham recebido duas doses do imunizante.

Desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e produzida no Brasil pelo Butantan, a Coronavac está autorizada para uso emergencial no país desde janeiro deste ano, para maiores de 18 anos.

Meiruze Freitas afirmou também que ainda não há dados robustos sobre benefícios de uma dose de reforço para quem recebeu a Coronavac —a Saúde já recomendou estudo sobre o assunto—, mas essa medida pode ser importante para frear o avanço da variante Delta.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO