Anvisa registra 47 casos de eventos tromboembólicos após vacinação com AstraZeneca

Anvisa registra 47 casos de eventos tromboembólicos após vacinação com AstraZeneca
Foto: Divugação/Fiocruz

A Anvisa detectou 47 casos de eventos adversos tromboembólicos, entre as mais de 4 milhões de pessoas no Brasil que tomaram a vacina da AstraZeneca.

A agência disse que a formação dos coágulos sanguíneos é rara, mas, mesmo assim, pediu que sua possível ocorrência seja incluída na bula do imunizante distribuído no país.

“No entanto, a Anvisa esclarece que, até o momento, não foi possível estabelecer uma relação direta e de causalidade entre esses 47 casos suspeitos de eventos tromboembólicos e o uso da vacina”, disse, em nota.

Assim como a Agência Europeia de Medicamentos (EMA), a Anvisa mantém a recomendação de uso da vacina, “uma vez que, até o momento, os benefícios superam os riscos”.

“A Anvisa ressalta que o risco de ocorrência de coágulos sanguíneos é baixíssimo, mas que o cidadão deve estar atento a possíveis sintomas para que procure atendimento médico imediato. Alguns deles são falta de ar, dor no peito, inchaço na perna e dor abdominal persistente, além de sintomas neurológicos, como dores de cabeça fortes e persistentes ou visão turva, entre outros”, afirmou.

A agência pediu que eventos adversos sejam notificados pelo VigiMed, para que ela possa identificar novos riscos e atualizar o perfil de segurança da vacina.

Leia mais: Enquanto dezenas de países do mundo já iniciaram a vacinação contra a Covid-19, o Brasil patina entre duas vacinas.
Mais notícias
TOPO