Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Anvisa: suspensão de AstraZeneca em gestantes foi recomendada após evento adverso grave

Agência fez a recomendação no fim da noite de ontem (10), mas ainda sem citar essa reação adversa
Anvisa: suspensão de AstraZeneca em gestantes foi recomendada após evento adverso grave
Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

A Anvisa informou nesta terça (11) ter recomendando a suspensão da aplicação da vacina da AstraZeneca/Fiocruz em grávidas “após uma suspeita de evento adverso grave”.

A agência fez a recomendação no fim da noite de ontem (10), mas ainda sem citar essa reação adversa. A justificativa da agência estava no fato de que a bula atual não recomenda o uso por gestantes sem orientação médica.

Hoje, a Anvisa informou que “[a] medida veio após uma suspeita de evento adverso grave de acidente vascular cerebral hemorrágico ocorrido e que resultou em óbito fetal e da gestante. Até a tarde desta terça-feira (11/5), não havia outros eventos adversos graves envolvendo gestantes que tenham sido notificados para a Anvisa”.

Em coletiva de imprensa na manhã de hoje, o ministro Marcelo Queiroga foi perguntado duas vezes sobre o assunto. Ele respondeu que faria um pronunciamento “específico” depois, sem informar uma data.

Leia mais: Enquanto dezenas de países do mundo já iniciaram a vacinação contra a Covid-19, o Brasil patina entre duas vacinas.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO