Ao menos 51 pessoas morreram por falta de oxigênio no Amazonas

Ao menos 51 pessoas morreram por falta de oxigênio no Amazonas
Foto: Alex Pazuello/Semcom

O Ministério Público Federal e o MP do Amazonas já contabilizaram ao menos 51 mortes por falta de oxigênio desde a semana passada no estado.

O levantamento foi feito a pedido da revista Época com base em questionamentos oficiais enviados por procuradores e promotores a hospitais locais.

Segundo a revista, o número pode ser maior porque apenas cinco de 11 ofícios do MPF foram respondidos.

O Hospital 28 de Agosto, que tem o maior pronto-socorro da capital, ainda não forneceu as informações.

Como mostramos mais cedo, a crise no abastecimento de oxigênio agora atinge o interior. Em Coari, sete pessoas morreram ontem em razão de atraso na chegada do insumo.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
TOPO