AO VIVO: TSE DEBATE COMPRA DE IMPRESSORAS PARA URNAS

Acompanhe ao vivo a sessão sobre a compra de impressoras para as urnas eletrônicas.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. — Qual sua receita, excelência? Fiquei curioso, sobre o modo de preparo.
    — Abra a massa e espalhe o levedo midiático pra fazer crescer o debate.
    — E depois?
    — Enrole a massa.
    — Não vai formar calombos?
    — Chame o MTST. Sove os calombos a céu aberto. Coloque a culpa nos outros.
    — Não vai empelotar?
    — Se você distribuir o rolo pro lado errado, aí empelota.
    — A massa vai crescer por igual em formas de papel?
    — Ficou doido? Sem papel. Só emulsificante.
    — Como a massa vai apurar?
    — Faça um corte na superfície, tipo “nós e eles”.
    — Como é que o tamanho da mistura da massa vai dobrar?
    — Deixe dobrar de volume só o que interessa pra “nós”.
    — Assim vai se perder uma parte da massa, chefe.
    — E daí? A gente descarta. O que importa é assar na… apuração.

Ler mais 19 comentários
  1. — Qual sua receita, excelência? Fiquei curioso, sobre o modo de preparo.
    — Abra a massa e espalhe o levedo midiático pra fazer crescer o debate.
    — E depois?
    — Enrole a massa.
    — Não vai formar calombos?
    — Chame o MTST. Sove os calombos a céu aberto. Coloque a culpa nos outros.
    — Não vai empelotar?
    — Se você distribuir o rolo pro lado errado, aí empelota.
    — A massa vai crescer por igual em formas de papel?
    — Ficou doido? Sem papel. Só emulsificante.
    — Como a massa vai apurar?
    — Faça um corte na superfície, tipo “nós e eles”.
    — Como é que o tamanho da mistura da massa vai dobrar?
    — Deixe dobrar de volume só o que interessa pra “nós”.
    — Assim vai se perder uma parte da massa, chefe.
    — E daí? A gente descarta. O que importa é assar na… apuração.

  2. — E a temperatura do forno?
    — O confeiteiro Mendes vai manter os algoritmos do forno digital Smartmatic, pré-aquecido a 180° C.
    — Quente, não?
    — É feito a ferro e forno. O panetone depende da ajudinha tecnológica.
    — Quando é que se forra o panetone com papel?
    — Depois de sair do forno, com dinheiro em caixa, aí pode embalar à vontade.
    — Receita diferente, chefe. Posso imprimir uma cópia?
    — Tá maluco? Não vai imprimir nada. Combinei com Gilmar! NADA, ouviu?
    — A chave segredo é o segredo culinário. E o sabor como é?
    — Depende da fornada. Pra quem ganha o maior pedaço é doce. Pros ‘inimigo’ é podre.
    — O resultado então é duvidoso? Inauditável?
    — Aham… meu panetone pingado é assim mesmo. O que importa é o resultado a meu favor. Se for roubado, querido, fica ainda melhor!

  3. Industria nacional né? Para encher de propina e o Gilmar ter razão: Viu o custo não é o de R$250 milhões e sim de 1 bilhão e 250 milhões! Palhaçada de corruptos! Incompetentes! Está ao vivo burocratas que assaltam o país! Bandidos!

  4. É brincadeira querem proteção do mercado nacional! Vá trabalhar vagabundo! Que compre impressoras HP importadas de quem sabe trabalhar! Vagabundo! Empresa nacional tem que desenvolver tecnologia! Se ainda não tem, importação! Bandidos e corruptos! Proteção da industria nacional está aí Construtoras privilégiadas! Vagabundo!

    1. A industria nacional quer o 1 Bilhão do orçamento fraudulento do Gilmar Mendes! Querem receber a mais para entregar impressoras fuleiras! Voto impresso já! Com a melhor tecnologia possível e melhor preço possível! Que seja importado de Marte, mas que garanta uma auditoria de votos! Ao vivo assisti vagabundos burocratas em nome da “industria nacional”. Nos roubam e ficamos calados! Será que só eu estou enxergando isso?

  5. -COM A PALAVRA O SR. MINSTRO GÊMÊ…
    -VOCE NAO APRENDE MESMO NAO É ! JÁ FALEI, EXCELENCIA PARA OSUTRO ‘DÍ MENOR’ DO TRIBUNAL, COMIGO É MAJESTADE, E EU NAO SOU ? NO MAIS, JÁ A URNA EM SIM ME IRRITA! COMO PODE ESTA PLEBE QUERER DECIDIR ALGO? UM ACINTE ! POR MIM NEM VOTAVAM…EU QUE SOU O BÃO E DEVERIA DECIDIR TUDO AFINAL, SOU RICO, MAIS INTELIGENTE QUE TODOS, TENHO CASA EM PORTUGAL, AS MULHERES DESMAIAM POR ONDE PASSO E DE QUEBRA, TODOS SABEM, ARROGANCIA É UM EFEMISMO INVEJOSO PARA MINHA SOBEJADA CAPACIDADE METROS ACIMA DA MANADA…MAS JÁ QUE VOTAM, O MÁXIMO QUE PERMITIREI SERÁ UM BOM DIA EM TROCA LÁ DOS MESARIOS E OLHE QUE SÓ EM ALGUMAS SEÇÕES PARA TODAS AS DEMAIS UM ‘ANDA LOGO’ JÁ ESTÁ DE BOM TAMANHO…TUDO ISTO ME DEU SEDE…AZEVEDOOOOOOOOOOOOOO, MEU CHÁ SERVIÇAL ! AGORA !!SÚBITO !!!

  6. Caros candidatos temos o controle das urnas eletrônicas,é responsabilidade do nosso grupo, se você quer ser eleito faça contato conosco. Não deixe para a ultima hora, quanto mais próximo das eleições, mais caro ficará a sua vitória. (Nosso Slogan): Trabalhamos por um Brasil melhor.

  7. Fundamental que exista registro físico da votação. Não é possível confiar em apenas um mecanismo de segurança, para algo que gera tantos conflitos e envolve tantos interesses.

  8. Tanto dinheiro Temer torrou com emendas para tentar passar a reforma que ferrará com o povo e o povo que está pagando a farra não tem direito sequer de ter a certeza de que seu candidato receberá seu voto! Se não puder comprar impressoras, por que não o voto no papel?

    1. Eduarda, desculpa, mas você está sendo ingênua… O porquê está sendo jogado, com afinco, em sua cara todos os dias, a corrupção. Para a corrupção acontecer a transparência deve desaparecer. O meio menos transparente de se eleger alguém é clicando num botão.
      Quantos já foram enganados pela tecnologia, clicando em links mentirosos? A urna eletrônica é assim…

  9. A única solução é esta: Ou tem impressora em todas as urnas eletrônicas, ou o voto será manual nos lugares que não for possível.
    Qualquer outra solução não deve ser aceita pelo povo e será vista como uma tentativa de burlar o sistema eleitoral, já desacreditado.
    As urnas eletrônicas já se provaram ser suscetíveis a hackers, vide testes desta semana.
    #ImprimeOuManual