"Aos desalinhados, ferro e fogo", sugere líder do PSL

Telegram

Delegado Waldir, líder do PSL na Câmara, disse a O Antagonista que sugeriu à cúpula da legenda que trate a “ferro e fogo” os deputados “desalinhados que fizerem ataques ao partido ou ao presidente [Luciano] Bivar”.

“Ninguém vai sair do partido, não. Tem a janela partidária. Esses deputados que dizem que vão sair se Bolsonaro mudar de partido, podemos é expulsar e tirar o mandato. Na nossa reunião de ontem, eu sugeri que se leve os casos a ferro e fogo. Se o respeito você não conquistar com o diálogo, use das ferramentas regimentais e legais.”

E acrescentou:

A PF ESTÁ NA MIRA. SERGIO MORO TAMBÉM. Leia aqui

“O mandato não é do parlamentar, é do partido. O deputado que diz que vai sair está é muito mal orientado […] Os deputados nasceram do PSL, como você vai atacar sua mãe?”

Comentários

  • Hildebrando -

    Rato infiltrado esse delegado

  • ana -

    Esse Delegado Waldir, além de traidor, parece bem autoritário.

  • Presidente-XVII -

    Esse daí se acha um cacique mesmo. Esse PSL é só uma sigla. Sem Jair Bolsonaro, seria um partido engolido pela cláusula de barreira.

Ler 55 comentários