Apagão: haverá sempre um cretino (ou espertalhão) para dizer que “a culpa é de São Pedro”

O apagão que atingiu hoje pelo menos dez estados, além do Distrito Federal, ocorreu porque o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) mandou as concessionárias de energia cortarem a carga de eletricidade em vários estados. A falta de energia atingiu São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. O corte ocorreu de acordo com o programa Erac (Esquema Regional de Alívio de Carga).
A ONS não explicou o motivo do apagão, mas está óbvio que o sistema atingiu a sua capacidade máxima, neste que é um dos verões mais quentes e secos da história. É isso: o governo do PT, sempre pronto a lembrar o apagão de 2001, durante o governo FHC, não fez investimentos suficientes para renovar e diversificar o sistema de fornecimento de eletricidade no Brasil, baseado em hidrelétricas, e assim dar conta do aumento do consumo e de carências meteorológicas que já eram esperadas por causa do aquecimento global. O máximo que se fez foi recorrer a termelétricas obsoletas e poluidoras. Todas as obras de peso estão atrasadas.
Conclusão: haverá sempre um cretino (ou espertalhão) para dizer que “a culpa é de São Pedro” e milhões de bovinos para acreditar nessa balela. Ah, sim, e para suprir os custos e o endividamento cada vez mais altos das concessionárias, as tarifas deverão subir até 40% neste ano. Viva o PT.


O último a sair apague a luz… Ih, não tem!