Apesar das negativas oficiais…

Rodrigo Pacheco, presidente da CCJ, havia afirmado na sexta-feira a O Antagonista que recebeu com “estranheza” a notícia de que poderia ser atendido pelo governo com a indicação do presidente de Furnas, cargo já indicado há muito tempo pelo PMDB de Minas Gerais.

O Globo noticia neste sábado:

“Apesar das negativas oficiais, os peemedebistas mineiros admitem que essa era uma reivindicação da bancada. Segundo interlocutores, a bancada mineira e o senador Romário (PSB-RJ) defendem o nome do atual diretor de administração, Júlio César Jorge Andrade, para assumir o posto.”

Faça o primeiro comentário