Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Apesar de postura de Ramagem, Abin e TSE renovam parceria por segurança das urnas

O diretor da Agência Brasileira de Inteligência tem defendido a implementação do voto impresso nas próximas eleições, assim como Jair Bolsonaro
Apesar de postura de Ramagem, Abin e TSE renovam parceria por segurança das urnas
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Em 31 de maio, a Abin renovou um contrato de quase R$ 2,5 milhões com o TSE para garantir a segurança das urnas eletrônicas. A agência de inteligência atua há 23 anos na assistência à realização das eleições.

O contrato prevê apoio, orientação e a atuação de técnicos especializados da agência nas áreas de criptografia, segurança de hardware e das comunicações, segurança e auditoria de sistemas de votação, segurança física e computação forense.

O diretor-geral da Abin, Alexandre Ramagem, no entanto, tem defendido a implementação do voto impresso, assim como seu amigo Jair Bolsonaro.

Voto auditável significa evolução das urnas eletrônicas e segurança ao pleito eleitoral. Assegura integridade e transparência aos resultados do sufrágio universal. Eleições democráticas com contagem pública dos votos”, escreveu Ramagem no Twitter no dia 1 de agosto.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO