ACESSE

Apesar de veto do STF, Damares diz que PMs têm direito de fazer greve

Telegram

A ministra Damares Alves (da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) saiu em defesa da greve de policiais militares. Em 2017, o Supremo Tribunal Federal entendeu que é inconstitucional a paralisação de forças de segurança.

“Todo mundo tem direito à greve. As categorias têm direito à greve”, insistiu. “O que eu percebi é que os policiais no Ceará estão no limite”, afirmou a ministra ao colunista Jamil Chade, do UOL. Damares discursou há pouco no Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra — veja aqui.

A ministra defendeu, no entanto, que o movimento respeite o direito à vida. “Só que o direito à greve também respeite o direito à vida, o direito à proteção, o direito de ir e vir. Só isso que estou querendo que eles [PMs amotinados no Ceará] observem”, declarou Damares. “Direito à greve é direito garantido”.

Ela completou ainda: “Nós temos leis que regulam a greve no Brasil. Agora, as pessoas questionam, mas as forças de segurança têm direito à greve? Direito à greve é direito à greve”.

Basta de atritos com Bolsonaro. LEIA AQUI

Comentários

  • José -

    Meu deus!!! Tende piedade de nós.

  • Marcos -

    Greve é esvaziar pneus de viaturas, usar máscaras e impedir quem quer trabalhar?

  • Teresa -

    Pronto, a doida a serviço de JB para provocar os governadores e colocar a população em risco. Isso tem método. O governo JB é um perigo as instituições.

Ler 89 comentários