Apontado pelo MP como 'padrinho da corrupção', Ney Suassuna volta ao Senado

Apontado pelo MP como padrinho da corrupção, Ney Suassuna volta ao Senado
Foto: Agência Senado

Apontado pelo MP como “padrinho da corrupção” na Paraíba, Ney Suassuna vai voltar ao Senado para reforçar a base aliada de Jair Bolsonaro.

Suplente de Vital do Rêgo, que pediu licença da Casa para apoiar aliados nas eleições municipais, Suassuna já foi denunciado nas operações Lava Jato e Calvário –a segunda investiga desvios em contratos no seu estado.

LEIA AQUI a reportagem de Luiz Vassallo e André Spigariol na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 24 comentários
TOPO