Após a gravação, Delcídio teve audiência com Toffoli

Na gravação feita por Bernardo, Delcídio do Amaral dizia já ter conversado com Dias Toffoli sobre a situação de Nestor Cerveró. Na agenda do ministro do STF há uma audiência entre ambos dias após, na presidência do TSE.

Toffoli nega que o encontro tenha servido para discutir a Lava Jato. E defende que Delcídio apenas “acompanhou um advogado na entrega de um memorial contra a cassação de três vereadores de Campo Grande”.

O memorial teria dado em nada, pois o TSE cassou os mandatos dos vereadores Thais Helena (PT), Delei Pinheiro (PSD) e Paulo Pedra (PDT) pouco depois.

Thais e Paulo dividem o mesmo advogado. Ou o mesmo Valeriano Fontoura que, a pedido da Polícia Federal, acompanhou o cumprimento do mandado de busca e apreensão na residência de Delcídio na última quarta.

Faça o primeiro comentário