Após ação de Maia, governo diz ser 'único interlocutor oficial' com a China

Após ação de Maia, governo diz ser único interlocutor oficial com a China
Foto: Christiano Antonucci/Secom/MT

Horas após Rodrigo Maia conversar com o embaixador da China, Yang Wanming, sobre o atraso na entrega de insumos para vacinas contra a Covid-19, o Ministério das Comunicações divulgou nota para afirmar que o governo federal “é o único interlocutor oficial com o governo chinês”.

No texto, a pasta declara que a gestão Jair Bolsonaro trata “com seriedade” todas as questões referentes ao fornecimento das matérias-primas e informou ter havido hoje uma reunião entre Wanming e os ministros Eduardo Pazuello, Tereza Cristina e Fábio Faria.

LEIA AQUI a reportagem de Ana Viriato na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: A causa desse desgoverno é política, como mostra a Crusoé desta semana.
Mais notícias
Mais lidas
  1. "Mãe"

  2. Moro: "Para a frustração dos corruptos e de seus amigos"

  3. "Lockdown imediato, nacional, de 21 dias"

  4. Vaza, Guedes

  5. "O BOBO DA CORTE"

Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 146 comentários
TOPO