Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após ameaça de prisão, dono da Precisa muda parte do depoimento

Francisco Maximiano mentiu ao negar ter alugado imóvel que foi usado por um dos sócios do FIB Bank Marcos Tolentino
Após ameaça de prisão, dono da Precisa muda parte do depoimento
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Diante da possibilidade de ser preso por mentir na sessão de hoje CPI da Covid, o dono da Precisa Medicamentos, Francisco Maximiano, alterou um trecho de seu depoimento prestado aos senadores.

Durante a oitiva, Maximiano disse não ter qualquer relação com Marcos Tolentino, um dos sócios do FIB Bank e declarou que era apenas um fiador de um imóvel usado por Tolentino, em Campo Belo, São Paulo.

Entretanto, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) exibiu um documento em que Maximiano aparecia como locatário do imóvel. Não como fiador. Com base na contradição, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) pediu a prisão de Maximiano.

Após a ameaça, Maximiano mudou o depoimento e reconheceu que havia alugado o imóvel.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO