Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após assumir cargo na CPI, Flávio Bolsonaro apareceu somente três vezes

O filho do presidente passou a integrar o colegiado após o senador Ciro Nogueira (PP-PI) ter sido nomeado ministro-chefe da Casa Civil
Após assumir cargo na CPI, Flávio Bolsonaro apareceu somente três vezes
Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) esteve presente em apenas 3 das 17 sessões da Comissão Parlamentar de Inquérito realizadas após ele assumir a função de suplente do colegiado.

Flávio esteve nas sessões de 4 de agosto, quando foi ouvido o coronel Marcelo Blanco, ex-assessor do Ministério da Saúde na gestão de Roberto Ferreira Dias e citado no caso Davatti; de 5 de agosto, quando a CPI ouviu o ex-assessor especial de Pazuello Airton Cascavel e em 12 de agosto, na oitiva do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR).

Flávio Bolsonaro passou a integrar o colegiado após o senador Ciro Nogueira (PP-PI) ter sido nomeado ministro-chefe da Casa Civil.

Mais notícias
TOPO