Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após carta de Jefferson, presidente interina do PTB nega rompimento com Bolsonaro

De acordo com Graciela Nienov, as declarações do ex-deputado mensaleiro foram apenas um "desabafo": "Fomos pegos de surpresa"
Após carta de Jefferson, presidente interina do PTB nega rompimento com Bolsonaro
Foto: Divulgação

A presidente interina do PTB, Graciela Nienov, afirmou à Executiva nacional do partido que foi pega de surpresa pela carta divulgada ontem por Roberto Jefferson. Como mostramos, ele disse que o presidente está “viciado em dinheiro público” e que o PTB não deve mais apoiá-lo no primeiro turno em 2022.

Em áudio enviado a correligionários, Graciela disse que a carta de Jefferson foi apenas um desabafo e reforçou o apoio a Bolsonaro.

Em momento algum a gente falou que romperia com o Bolsonaro. Na reunião a gente saiu firme em apoio ao Bolsonaro. Ontem fomos pegos de surpresa por uma carta interna do partido que vazou. É bom deixar isso claro, que a carta era para o diretório, especificamente.”

A presidente interina disse que entende a frustração do colega preso.

“Entendo também a mágoa do Roberto, que está há 70 dias dentro de uma prisão. Sua cabeça está perfeita, sua mente está perfeita, mas seu corpo já não é mais o mesmo. Ele está doente, e ninguém faz nada. Além de ele estar doente, ele vê o líder em que ele acreditou indo para partidos que fazem parte de um sistema.”

Graciela ainda afirmou que Jefferson quis dizer que “está junto com Bolsonaro”.

“O desabafo dele foi o seguinte: ‘Nós sabemos que o Bolsonaro é um homem de bem. Estamos juntos com Bolsonaro sem cargo, sem nenhum ministério, sem nada. Estamos juntos porque acreditamos que o nosso presidente não rouba e não deixa roubar’. É isso que ele sempre tem falado.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....