Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após cortes no Orçamento, vacina anunciada por Marcos Pontes pode atrasar

Após cortes no Orçamento, vacina anunciada por Marcos Pontes pode atrasar
Foto: Divulgação/Farmacore

Os cortes no Orçamento podem comprometer o desenvolvimento do imunizante contra a Covid que recebeu o nome Versamune e foi anunciado pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, como a “vacina de Ribeirão Preto”, informa O Globo.

A vacina é uma tentativa de resposta de Jair Bolsonaro ao desenvolvimento da Butanvac, do Butantan. Segundo o jornal, os recursos para o desenvolvimento do imunizante cessaram, após os vetos de Jair Bolsonaro na peça orçamentária.

“Desde o final de março, no entanto, os recursos para os estudos em humanos minguaram para a Versamune. Uma emenda no Orçamento que garantiria R$ 200 milhões para isso foi vetada por Bolsonaro na última semana, um dia após o presidente receber Pontes e propagandear o projeto do imunizante em sua live semanal”, informa o Globo.

Outros projetos nacionais também sofrem com a falta de recursos, como o da UFMG/Fiocruz Minas, sob o comando do imunologista Ricardo Gazzinelli, e o da USP em parceria com Unicamp e Unifesp, liderado pelo médico Jorge Kalil.

Leia mais: Pois é, nada mudou da esquerda para a direita.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO