Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após derrota do orçamento secreto, líder do governo ataca STF

Segundo Ricardo Barros, decisão que suspendeu o pagamento das emendas de relator 'é mais uma expressão do ativismo político do Judiciário'
Após derrota do orçamento secreto, líder do governo ataca STF
Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

Para a surpresa de ninguém, o líder do governo de Jair Bolsonaro na Câmara, Ricardo Barros (foto), não gostou nem um pouco de o STF ter formado maioria para manter a decisão de Rosa Weber que suspendeu o pagamento das emendas de relator, o chamado “orçamento secreto”.

“Já fui relator do Orçamento, sou autor da resolução 1/2016, que regulamenta a tramitação de todas as matérias orçamentárias no Congresso Nacional”, escreveu no Twitter o deputado do PP paranaense e cacique do Centrão.

“A decisão do STF sobre as emendas de relator é mais uma expressão do ativismo político do Poder Judiciário. Harmonia entre os Poderes?”, acrescentou.

Como publicamos mais cedo, Arthur Lira e sua turma vão ter que se virar.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....