Após desistência de Ludhmila Hajjar, Planalto avalia três nomes para Ministério da Saúde

Após desistência de Ludhmila Hajjar, Planalto avalia três nomes para Ministério da Saúde
Foto: Alan Santos/PR

Após a cardiologista Ludhmila Hajjar declinar do convite de assumir o Ministério da Saúde, o Palácio do Planalto avalia três nomes para a pasta: além do deputado Doutor Luizinho (PP-RJ), também estão sendo cotados o atual presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Marcelo Queiroga, e o professor titular do Instituto do Coração de São Paulo, José Antonio Ramires.

Conforme O Antagonista mostrou mais cedo, o deputado Doutor Luizinho é defendido pela ala política do governo federal, pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e por integrantes do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde, o Conass.

Já Marcelo Queiroga é visto como homem com bom trânsito na área médica e tem sido defendido pela ala militar. José Antonio Ramires, por sua vez, é o preferido da ala ideológica do governo.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que tem coragem de fiscalizar TODOS os poderes
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO