Após dinheiro nas nádegas de Chico, senador critica farra das emendas: "Já temos uma ideia do destino"

Após dinheiro nas nádegas de Chico, senador critica farra das emendas: “Já temos uma ideia do destino”
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O senador Styvenson Valentim (Podemos) associou o episódio do dinheiro encontrado nas nádegas de Chico Rodrigues (DEM) à distribuição de emendas pelo governo de Jair Bolsonaro no Senado em meio à pandemia da Covid-19.

Chico foi alvo de uma operação que investiga justamente o desvio de recursos dessas emendas destinadas para seu estado, Roraima.

“Quem se lembra dos R$ 30 milhões distribuídos pelo governo, em julho, para pelo menos 50 senadores, a fim de garantir a construção de uma base de apoio na Casa? Não recebi um centavo. Ainda bem que nem sequer me ofereceram”, disse Valentim.

O senador acrescentou que a justificativa do governo — que organizou a distribuição dessas emendas com Davi Alcolumbre — era para que “os parlamentares escolhidos pudessem enviar o dinheiro às suas bases, para combater a Covid-19”.

“Agora já temos uma ideia do destino que alguns deram para esse recurso, não é?”, provocou Valentim.

A distribuição dessas emendas foi um dos motivos que levaram às divergências internas no grupo “Muda, Senado”, como revelamos no início deste mês.

Leia mais: Dinheiro nas nádegas: e se você não soubesse disso?
Mais notícias
TOPO