Após discurso da primeira-dama, deputado cobra recursos para a assistência social

Michelle Bolsonaro, durante a posse ontem, chamou a atenção para os investimentos em assistência social.

O presidente da Comissão Mista de Orçamento, deputado Mário Negromonte Júnior, aproveita para cobrar a recomposição de recursos destinados à área.

“Faremos todos os esforços e apelos necessários junto aos ministros da área econômica para reverter este corte e garantir os R$ 46,5 bilhões que o setor precisa para garantir o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) pago para idosos e pessoas com deficiência em todo o País.”

O parlamentar sugere uma audiência pública para debater os cortes na área social.

“A Constituição de 88 reconheceu a assistência social como direito do cidadão e dever do Estado. Apesar da indiscutível importância desta política social (que atende mais de 30 milhões de famílias) os recursos discricionários destinados ao funcionamento do sistema foram sendo reduzidos ano após ano, apresentando um déficit superior a um bilhão de reais a partir de 2016.”

E mais:

“Vamos pressionar, e alertar o governo, pois num momento como este, de crise econômica e com altos índices de desemprego, é que mais se precisa da assistência social.”

2019 não será um ano para amadores. Conte com a ajuda de especialistas para chegar são e salvo a 2020 AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler comentários
  1. Marlene disse:

    A melhor "assistência social" é emprego e ensino de qualidade.

  2. Antonio disse:

    Tem que fazer uma auditoria no BPC, será que não tem gente recebendo indevidamente?

  3. EMMANUEL disse:

    Negromonte ?? Esse cara não está envolvido com PT e coisas parecidas?? Olha ... ele que se cuide, porque pode vir morar em Curitiba.

    1. Jaques Wagner " deu de presente o foro privilegiado " a o pai para fugir da lava jato e cair nas cortes superiores! como conselheiro dos Municípios

  4. Marcelo disse:

    Mario Negromonte Júnior? Filho do baiano ladrão? Querendo 46,5 bilhões? Ahh, tá. Destituam esse sujeito com a corrução instalada no DNA.

  5. stormy disse:

    Esse sobrenome não me é estranho. Lava Jato ou outra operação?

  6. JoãoI disse:

    Esse aí é um ladrão contumaz. Coisa de família.

  7. Walter disse:

    Investigado pela Lava Jato, pela doação ilegal da Jaraguá Equipamentos. R$ 500 mil sem explicação plausível.

  8. Henrique disse:

    Só depois de auditorias e recadastramentos. Pente Fino em todos os benefícios!! E cadeia para todos de sobrenome "Negromonte" que estiverem no governo!

  9. Cesar disse:

    Sugiro ao nobre parlamentar que dê uma olhada no caixa do próprio partido e nas contas do pai, que é investigado pelo STJ, além de afastado do TCE/BA, talvez aí haja alguma explicação.

  10. roberto disse:

    Essa V.Exa. é outra que não morrerá afogado: b@osta n'água não afunda". Garanto que uma verba de $23 bilhões dá e sobra, aliás como tudo nesse orçamento aprovado por esses corruptos vagabun

  11. Mauricio disse:

    Sejamos sinceros, todo esquerdista tem uma tendencia a lembrar dos direitos mas nunca dos deveres. Chega ser engraçado, porém numa coisa está certa essa cobrança. É preciso investir em serviços

  12. Coroinha disse:

    Alto lá! A Michelle não" chamou à atenção no discurso ...". A nossa Primeira Dama "ARRASOU ARRASOU". Arrebentou a boca do balão. Há muito não temos primeira dama. Já tivemos?

  13. Way disse:

    O fundo partidário foi criado com forte oposição da população, somas gigantescas são destinadas a eleger criminosos, que tal, de cara, extinguir essa imposição criminosa?

  14. João disse:

    Esse é réu em processo da lava jato por ter recebido 25 milhões no ministério da cidade. É mais um sabujo pelego do PT. Os tempos mudaram e sem pente fino nada de dinheiro, tem até morto receben

  15. Carlos disse:

    Facil: Acabe-se a roubalheira sistemica e sobrará dinheiro para o social.

  16. Francisco disse:

    Muitos "famintos" e pouca "comida". Se fizerem cortes nos abusos de outras áreas, vai sobrar dinheiro.

  17. Petronilo disse:

    Quer grana ! Vai trabalhar vagabundo.

  18. Giusti disse:

    Não dêem 1 tostão a esse mentiroso. 30 milhões d famílias equivale a umas 150 milhões d pessoas, 3/4 da população.

  19. Nova disse:

    Se quer recursos que se faça uma auditoria antes