Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após ignorar e-mails da Pfizer, Bolsonaro pede antecipação de doses

Ao lado dos ministros Marcelo Queiroga, Luiz Eduardo Ramos e Carlos França, presidente fez reunião virtual com representantes da farmacêutica; antecipação, porém, não foi definida
Após ignorar e-mails da Pfizer, Bolsonaro pede antecipação de doses
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Depois de ignorar e-mails em série da Pfizer, Jair Bolsonaro procurou a empresa nesta segunda-feira (14) para pedir a antecipação da entrega de doses de sua vacina contra a Covid.

Ao lado dos ministros Marcelo Queiroga, Luiz Eduardo Ramos e Carlos Alberto França, o presidente participou de uma reunião virtual com Marta Díez, presidente da Pfizer no Brasil, e Carlos Murillo, gerente-geral da farmacêutica para a América Latina, relatam Folha e Globo.

Segundo integrantes do Ministério da Saúde e outros participantes da reunião ouvidos pelo jornal paulistano, Bolsonaro pediu que a empresa antecipasse para julho o maior número possível de doses.

A reunião, que não constava da agenda oficial do presidente, terminou sem uma definição. A Pfizer ficou de estudar qual quantidade poderia ser antecipada. O governo brasileiro tem dois contratos assinados com a farmacêutica, que preveem a entrega de 200 milhões de doses neste ano.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO