ACESSE

Após pressão de líder da bancada evangélica, governo do Amazonas vai reabrir igrejas

Telegram

Após pressão do presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado Silas Câmara (Republicanos), o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), decidiu voltar atrás na sua decisão de não incluir igrejas como atividades essenciais durante a pandemia da Covid-19.

Os templos poderão voltar a funcionar em todo o estado a partir de 1º junho.

Silas Câmara, deputado pelo estado, quer mais: agora, ele pede para que o governador antecipe o decreto em um dia.

“A nossa luta e a nossa alegria é para que a abertura seja em 31 de maio. Para nós, cristãos, domingo é o dia da benção”, disse ele, em vídeo nas redes sociais.

Leia também: Quais líderes estão se saindo bem na pandemia?

Comentários

  • Maria -

    Vão se aglomerar e depois lotar as UTI s

  • JOSE -

    Templo é dinheiro.

  • Jose -

    Acredito que com o advento da pandemia, o charlatanismo evangélico terá forte revés, porque oos milagres não estão acontecendo.

Ler 22 comentários